JEOVÁ NÍSSI

“Meus irmãos, fui informado por alguns da casa de Cloe de que há divisões entre vocês.
Com isso quero dizer que cada um de vocês afirma: eu sou de Paulo; eu de Apolo; eu de Pedro; e eu de Cristo.
Acaso Cristo está dividido? Foi Paulo crucificado em favor de vocês? Foram vocês batizados em nome de Paulo?“


1 Coríntios 1:11-13

ImageQuantas denominações de igrejas cristãs você conhece?

Eu, particularmente, conheço uma infinidade. Algumas muito parecidas umas com as outras, algumas totalmente diferentes nos seus aspectos doutrinários, porém, a grande maioria com uma mesma mensagem principal.

As divisões não são bem vistas em nenhum aspecto bíblico. Em Gálatas 5:20, chegam a ser classificadas por Paulo como um “Fruto da Carne”, logo, só pessoas carnais geram esse fruto.

O discurso de Paulo orientava os cristãos a viverem em unidade, de tal forma que pudessem ser considerados um só corpo, o Corpo de Cristo, no qual cada um tem sua função e todos se completam.

Esse sentimento de unidade não é particular de Paulo, Jesus deu uma ênfase tremenda a esse aspecto em sua oração sacerdotal:

“Minha oração não é apenas por eles. Rogo também por aqueles que crerão em mim, por meio da mensagem deles, para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.” João 17: 20-21

Estamos vivendo uma realidade parecida com a da igreja de Coríntios, onde alguns dizem: sou batista, sou pentecostal, sou metodista, sou presbiteriano, sou adventista, sou arminiano, sou calvinista… estamos levantando placas destacando as nossas diferentes opiniões doutrinárias e estamos deixando de lado o mais importante, que é aquilo que concordamos.

Eu nunca vi numa mesa de debate com cristãos, independente da doutrina ou da denominação, alguém que não concordasse com: “Amar a Deus acima de todas as coisas”, ou “amar o próximo como a si mesmo”, ou então “ide ao mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. Nós estamos deixando de lado os pilares que fundamentam a fé cristã e estamos nos apegando somente ao que discordamos. Realmente um grande desperdício, pois imagino como seriamos mais efetivos e eficazes se ao invés de ficarmos separados, deixássemos de lado nossas diferenças e nos uníssemos para realizar a dádiva e o privilégio de servir a Deus como um corpo.

Amados, meu clamor é para o bem e solidificação do corpo. Se podemos nos unir, porque continuar separados? Não faz sentido para mim e eu oro intensamente para que essas divisões acabem. Feliz ficará Deus no dia que deixarmos de lado todas as placas e bandeiras que carregamos conosco, influenciadas pelo nosso próprio gosto, e anunciarmos em uma só voz: JEOVÁ NÍSSI – “O Senhor É a minha bandeira”!!

Anúncios

3 comentários Adicione o seu

  1. Douglas disse:

    Concordo plenamente irmão . Na bíblia diz.. A quão bom e quão suave que os irmãos vivam em comunhão . E todos nos somos irmãos independente da musica placa .

  2. paulohscj disse:

    Muito bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s