A raiz de nossos pecados

Já ouvi falar que a raiz de todo pecado é o egoísmo. Também já ouvi falar que tem mais a ver com orgulho. Também pode ser a avareza, afinal “o dinheiro é a raiz de todos os males”. Mas eu gostaria de tratar outra fonte dos pecados. A idolatria.

Primeiro precisamos entender do que se trata o assunto. Idolatria não é só adorar uma estatua de bronze ou uma imagem, embora isso também seja. Biblicamente a idolatria é colocar qualquer coisa no lugar pertencente a Deus em sua vida (Cl 3:5). A Bíblia é bem clara e direta, no antigo ou novo testamento, em dizer que o fim último do ser humano é buscar e amar a Deus acima de todas as coisas (Dt 6:5; Mt 22: 37), foi para isso que fomos criados (Ec 3:11). Já dizia Agostinho: “Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração anda inquieto enquanto não descansar em ti”.

E aí é onde tudo começa, quando o tesouro de nosso coração (Mt 6:21) não está nas coisas eternas, na busca acima de tudo por Deus,  abrimos a brecha para o pecado, porque não conseguimos  saciar nossa sede interna. Então quando a busca da minha vida está na minha imagem, vai gerar orgulho; Quando a busca está em dinheiro, avareza; Quando está em prazeres, em promiscuidade; e assim podemos continuar com uma lista enorme de pessoas que buscam atrás de namoro, emprego dos sonhos, família algo que acham que é o que falta para que suas vidas felizes, depositando em coisas passageiras sua esperança.

O que não percebemos é que para que todas as coisas fluam em nossas vidas a nossa busca primeira tem que ser pelo nosso Criador (Mt 6:33), e aí sim, com nosso coração completo e satisfeito, poderei amar de maneira pura e refletir o amor de Deus ao meu próximo, a minha família, ao meu cônjuge e usufruir de todas as bênçãos que Deus tem me dado, como trabalho, bens, ministérios, sem colocar nada disso em primeiro lugar na minha vida.

Logo, sugiro que a principal maneira de dizer não ao pecado é estar totalmente satisfeito em Deus, não que com isso tentações não venham, muito pelo contrário, mesmo redimidos e tendo a ajuda de Cristo continuamos em nossa carne pecaminosa, mas o fato de que você não vai precisar de nada mais para estar feliz mudará sua atitude com relação ao mundo ao seu redor, pois confiará que Deus conhece todas suas necessidades (Mt 6) e está no total controle de sua vida, dando tudo que você precisa para uma vida plena na Terra (Mt 7:11), e, muito mais que isso, lembrará que todas as coisas daqui são passageiras e que nosso verdadeiro lar é o céu (Fp 3:20; Cl 3:1).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s