Minha primeira viagem missionária

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.”
Marcos 16.15


Ah missões! Meu coração sempre bateu mais forte quando o assunto era esse. Me lembro que desde mais nova, algumas pessoas já diziam que eu seria a “missionáriazinha”. O tempo passou e eu comecei a deixar um pouco de lado essa idéia, pensando que só faria algum trabalho desses quando já estivesse formada, mas o nosso Deus realmente me surpreendeu. Eu havia orado com uma amiga e resolvi saber mais sobre uma viagem para o Amazonas para falar do Amor de Cristo aos Ribeirinhos. Em um pouco mais de um mês eu estava embarcando na viagem.
Então chegamos e já começamos a trabalhar. Era muito bom estar lá e ver quantas pessoas até mesmo que não foram, tinha separado doações e ajudado a missão em várias formas.
Visitamos quatro comunidades e posso dizer que tive lembranças especiais de cada uma. Na primeira, eu conheci duas crianças, o Anderson e o Carlos, eles eram irmãos e me contaram sobre vários aspectos da cultura deles, como animais que eles comiam, a escola que eles iam e no fim daquele dia, o Anderson disse que tinha sido o melhor dia da vida dele. Ele nem sabe mas foi um dos meus melhores também.
Chegamos na segunda comunidade e vimos um lugar bem diferente do da primeira. A terra, os animais mostravam isso, mas foi aonde mais trabalhamos e acredito que foi o lugar onde mais vidas foram transformadas.
Outro dia amanheceu e fomos para Boa Vista. Fomos recebidos com um louvor cantado pelos moradores de lá. Como foi lindo! E foi lá onde eu vi que Deus te capacita pra fazer coisas que você não imaginava que poderia fazer.
Por fim, tivemos a ultima comunidade que estava passando por um surto de catapora, mas mesmo assim, com menos pessoas, descemos do barco e atendemos muitas pessoas que precisavam de ajuda naquela hora.
Essa viagem me fez aprender e reforçar que é Deus quem está no comando. Não somos nós. É pra Ele que eu quero viver todos os dias da minha vida. Quando você diz pra Deus “Senhor, estou aqui, minha vida é tua! Faça a tua vontade na minha vida!”, Ele faz. Não tive privilégio maior na minha vida.
Por muitas vezes eu não senti que aqui era o meu lugar. Mesmo sabendo que o verdadeiro lar é o Céu, eu vi que lá no meio do rio, eu me senti em casa. Então não importa aonde, desde que eu esteja fazendo o que o Senhor me chamou pra fazer, estarei no meu lugar.
Dessa experiência, eu levo a certeza de que ainda não é suficiente, é preciso saber e fazer mais, para serví-lo cada vez melhor. Afinal, quão grande foi o amor de Cristo por nós na cruz! Precisamos retribuir, precisamos compartilhar.

A honra e a glória, sejam todas dEle.

“O Senhor Deus me deu o seu Espírito, pois ele me escolheu para levar boas notícias aos pobres. Ele me enviou para animar os aflitos, para anunciar a libertação aos escravos e a liberdade para os que estão na prisão…. Ele me enviou para consolar os que choram,  para dar aos que choram em Sião uma coroa de alegria, em vez de tristeza, um perfume de felicidade, em vez de lágrimas, e roupas de festa, em vez de luto. Eles farão o que é direito; serão como árvores que o Senhor plantou para mostrar a todos a sua glória.”

Isaías 61.1-3

wpid-20150815_173302.jpg

wpid-received_1157447910936478.jpeg

wpid-20150817_143249.jpg

wpid-20150818_114907.jpg

wpid-received_1157446014270001.jpeg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s