Dualismo cristão – Você pode ser um dualista…e nem sabe.

É engraçado como pensamentos e definições antigas costumam influenciar em nossa vida e no nosso dia-a-dia mesmo sem que percebamos. As influências externas no modo de viver causada por motivos que muitas vezes nem percebemos são tão corriqueiros que se tornam normais. Essas influências estão em expressões que usamos, em crenças, em costumes, etc. E também dentro de nossas igrejas quando, por exemplo, são colocados alguns itens como ungidos ou especiais e quando notamos a superstição por parte dos cristãos em diversos assuntos.

Entre essas heranças que habitam em nossas vidas acredito que uma das mais graves e influentes seja o dualismo. O dualismo é um princípio que existe em diversas crenças de duas premissas opostas, normalmente figurado na luta entre o bem e o mal. Já é estranho um cristão pensar numa luta de entre Deus e diabo como se ambos tivessem em disputa constante para ver quem será o vencedor. Embora o diabo realmente tenha atitudes e busque fazer o que desagrada a Deus, nosso Criador é infinitamente superior ao diabo, que é uma criatura sua e tem o domínio sobre ele também, como podemos ver na história de Jó, e na definição de seu futuro por nosso Senhor, garantindo a vitória de Cristo. Mas não é sobre esse tipo de dualismo que queria refletir, mas sobre o dualismo igreja x “mundo secular”.

Entre alguns cristãos parece existir a percepção de que existe um conflito entre o que é santo e o que é secular, como se fora da igreja tudo fosse pecado, ou “menos santo”. Esse raciocínio acaba limitando a vida dos irmãos, em que parecem não viver uma vida cristã em todo momento ou acabam preso dentro de ações e regras que são pura religiosidade. Mas a verdade é que todas coisas foram criadas por Cristo e para Cristo (Cl 1:16) isso não quer dizer que todas as coisas que a humanidade faz ou cria sejam boas, porque estamos corrompidos pelo pecado, mas remonta a ideia de que Deus nos criou para desenvolver a Criação, nos envolver com pessoas e termos um relacionamento com Deus (Gn 1 e 2). Logo quando nos desenvolvemos, quando administramos e usufruimos bem o que Deus nos deu, quando tratamos bem uma criatura ou uma pessoa feita à imagem de Deus, estamos glorificando nosso Criador. É muito mais amplo do que participar de cultos litúrgicos.

Mas o que isso quer dizer? Que o cristão pode fazer o que quiser quando quiser e porque quiser? Claro que não! Que a igreja não é importante? Nope! Isso quer dizer que não tem sentido você ser uma pessoa no templo e outra fora dela, isso quer dizer que não tem sentido achar que uma coisa é boa só porque é “gospel” e que as outras são ruins porque não são, isso quer dizer que ser cristão não é só frequentar uma igreja, muito longe disso, ser cristão é viver o evangelho todo o tempo todo. Trabalhando, criando, estudando, fazendo amizades, namorando, vendo um filme, tudo, tudo e tudo tem que ser para a glória de Deus, lembrando-se das palavras de Paulo em 1 corintios 10:31. E nós, como cristãos, devemos cumprir essas ordenanças e ser um referencial em todas áreas de nossas vidas, da mesma maneira que os reformados e puritanos foram tempos atrás e construíram universidades, hospitais, desenvolveram arte sabendo que com todas essas atitudes estariam glorificando a Deus e sendo um grande marco para a sociedade de seu tempo. É importante que possamos viver o Evangelho verdadeiro, e só assim influenciaremos o mundo ao nosso redor. É preciso esquecer o dualismo de ambiente/música/trabalho/artista santo x ambiente/música/trabalho/artista secular (claro que sendo sábio em nossas escolhas) e lembrar-se que Cristo é a real razão de tudo. E seja na política, na educação, na economia, dentro de casa ou em uma grande empresa, vivamos uma vida cristã em tempo integral, pois é para isso que fomos chamados e isso que devemos fazer.

“Não há um único centímetro quadrado, em todos os domínios de nossa existência, sobre os quais Cristo, que é soberano sobre tudo, não clame: ‘É meu!’” (Abraham Kuyper)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s