Você tem um chamado!

Existe um poema de um autor desconhecido que conta uma tensão entre o que ele pensa ser servir a Deus e o que realmente é. O autor demonstra, por meio de seu escrito, que desejava percorrer novos caminhos, conhecer pessoas e ir a outros lugares para poder falar sobre Cristo. Talvez ele desejasse se tornar um missionário, um pastor. Mas é impressionante como toda vez que autor escrevia algo positivo, desejando sair de seus campos em busca de lugares que, em sua mente, poderia lutar pelo Reino, Jesus respondia com uma negativa, dizendo: Não vá. Não te chamei para isto. Sua casa é o teu lugar. Cante sobre o que fiz por você. É neste campo que você está que colherei resultados.

O poema citado acima influenciou a musica Rojões, da banda Arrais. É um contraste entre a percepção de um homem que para servir a Deus ele deve ir para outros campos, com a alegação de Jesus que para servir a Ele, deve permanecer onde está.

É extremamente comum, ainda hoje, pessoas confundirem o serviço de Cristo com efetuar certas profissões “espiritualizadas”. O sacerdócio universal destacado por Pedro (1 Pe 2:9) é esquecido, voltando à mente o estilo veterotestamentário, de que a obrigação – que antes era apenas dos levitas – se torna dos pastores. O “sal da terra e luz do mundo” (Mt 5:13-14) só é aplicado pela igreja, e infelizmente não por cada cristão individualmente.

Mas todo cristão tem um chamado. O chamado de transformar as trevas em luz, onde quer que esteja. O chamado de restaurar, por meio de sua família, profissão e estudos a perfeita criação de Deus, manchada pela queda e degradada pelo pecado. O cristão é chamado para viver uma nova vida em seu todo, não apenas para ir a um templo no domingo e cantar umas músicas. E é obedecendo a isto que ele está representando a Cristo na Terra. Para se ter uma ideia, o Brasil hoje tem incríveis 86,8% de sua população que se diz cristã, das quais 25% se diz evangélico. Ou seja, um quarto de nosso país é evangélico. Você sente a diferença disso? Um país melhor? Claro que não! Porque as pessoas não vivem o cristianismo! Imagina se todas estas pessoas vivessem o evangelho todo, o tempo todo, a mudança que não se causaria.

Para se dar um exemplo, independente de visão política, pessoas muito importantes dentro da operação lava jato são cristãs. E elas, em sua busca por justiça (que é uma das coisas que o cristão deve buscar e é um atributo importante de Deus), mesmo que errem em algum momento, estão transformando nosso país. São cristãos cumprindo seu papel no mundo em que vivem e transformando a sociedade ao seu redor.

Mas isso não vale apenas para procuradores, juízes ou policiais. Vale para todas as profissões. Quão grande é o impacto que um professor que exerce com excelência sua profissão, falando apenas verdade, desejando o melhor para seus alunos, pode fazer? E um empresário que é ético com seus fornecedores, paga valores justos aos seus funcionários e dá um resultado excelente para seu cliente? Um jardineiro pode cuidar das criações de Deus, mostrando quão belo é o que Ele fez. Não é preciso ir longe para ser um sacerdote, um servo. Muito pelo contrário, o local para isto é onde Deus te colocou.

Para ilustrar novamente, certa vez um sapateiro perguntou a Lutero como servir a Deus. A resposta do reformador foi: “faça um bom sapato e venda a um preço justo”. Alias, embora muitas pessoas erroneamente pensem que a ideia do calvinismo se diz respeito apenas a predestinação, é importante notar que seu pensamento e de muitos dos reformadores tinha a ver com a ideia de transformar a sociedade por meio do evangelho. Podemos ver as consequências deste pensamento por meio de grandes hospitais e universidades construídos no Estados Unidos e na Europa. A sociedade moderna deve muito o seu desenvolvimento à percepção desses cristãos de que o mandato de Deus se expande para todas as áreas da vida, não apenas a esfera religiosa.

E é claro que sempre devemos estar pronto para responder a qualquer um o motivo de nossa esperança (1 Pe 3:15). Não fazemos isto apenas, para um mundo melhor. Mas fazemos para que Cristo seja exaltado e glorificado em cada ponto de nossa vida, pois é por meio Dele que fazemos todas as coisas e por Ele que tudo existe. (Cl 1/Rm 11)

Você pode não ter sido chamado para ser um teólogo, pastor, missionário, alias, imagina se todos fossem? Mas você, como cristão, com certeza foi chamado para ser uma nova criatura e para restaurar o ambiente em que vive. Jesus te chama pelo nome da mesma forma que chama à um pastor. Te ama da mesma maneira que ama um missionário. Deu a vida por você assim como deu a vida para um teólogo. Portanto, esteja ciente que, onde estiver, você está cumprindo um chamado de Deus.

I longed to walk along an easy road,
And leave behind the dull routine of home,
Thinking in other fields to serve my God;
But Jesus said, “My time has not yet come.”
I longed to sow the seed in other soil,
To be unfettered in the work, and free,
To join with other laborers in their toil;
But Jesus said, “‘Tis not My choice for thee.”
I longed to leave the desert, and be led
To work where souls were sunk in sin and shame,
That I might win them; but the Master said,
“I have not called thee, publish here My name.”
I longed to fight the battles of my King,
Lift high His standards in the thickest strife;
But my great Captain bade me wait and sing
Songs of His conquests in my quiet life. 
I longed to leave the uncongenial sphere,
Where all alone I seemed to stand and wait,
To feel I had some human helper near,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s